BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Colesterol alto é fator de risco para o desenvolvimento de câncer? Saiba mais!

setembro 23, 2021 0
colesterol-cancer.jpg

Adotar hábitos para reduzir o colesterol é benéfico não só para prevenir doenças cardiovasculares, como também é fundamental para reduzir o risco de desenvolvimento de câncer de mama e câncer de intestino. Por ser um fator de risco para o desenvolvimento de tumores, o colesterol alto deve ser controlado por meio de dieta equilibrada e rotina de exercícios físicos, além de consultas regulares a especialistas. 

Para te ajudar a entender melhor a relação entre colesterol alto e câncer, nós, do Blog da Medquimheo, preparamos este conteúdo especial, que também reúne dicas valiosas de como reduzir os níveis de colesterol no organismo. Continue a leitura para conferir. 

Veja também – Falta de vitaminas durante o câncer: entenda qual é a relação 

Qual é a relação entre colesterol alto e câncer?

De acordo com publicação do Instituto Vencer o Câncer, colesterol alto e obesidade podem desencadear alterações celulares que levam ao desenvolvimento de diversos tipos de câncer. Esse processo de formação de tumores ocorre por haver excesso de gordura corporal, o que eleva os níveis de circulação de hormônios, como insulina, estrogênio e fatores de crescimento (IGF-1), e, como consequência,  estimula a produção celular desenfreada e inibe a apoptose – morte celular programada.

Dicas para controlar o colesterol e reduzir o risco de câncer

Ainda de acordo com o Instituto, alguns hábitos podem (e devem!) ser adotados na rotina para combater o colesterol alto e, dessa forma, reduzir os riscos de desenvolvimento de câncer. Confira as dicas a seguir: 

  • Dieta equilibrada

Ter uma dieta equilibrada, rica em fibras, legumes, frutas, verduras e oleaginosas, além de substituir carboidratos por alimentos integrais, é um dos hábitos cruciais para combater o colesterol alto. Também é recomendável evitar consumo de ultraprocessados, bebidas alcoólicas em excesso, doces e frituras. Dê preferência para ingestão de carnes magras e laticínios com níveis reduzidos de gordura.

  • Atividade física

A prática regular de exercícios físicos é fundamental para a saúde do corpo como um todo. Além disso, durante as atividades, há diminuição de LDL – colesterol ruim – e aumento do nível de HDL – colesterol bom, segundo publicação do Hospital do Coração (Hcor)

  • Rastreamento

Além da dieta equilibrada aliada com a prática de atividade física, realizar consultas periódicas é fundamental. Além disso, é recomendável realizar o exame de dosagem de colesterol como estratégia de rastreamento em pacientes em torno de 30 anos com fatores de risco como tabagismo, hipertensão e histórico familiar de doença coronariana. 

Conheça nosso blog 

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

#DicaDaNutri: 3 receitas que ajudam na quimioterapia

Dicas para manter a qualidade de vida e a saúde mental na quarentena 

Fonte: Instituto Vencer o Câncer.


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *