BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

outubro rosa

inatividade-fisica-cancer-de-mama.jpg

outubro 25, 2021 Câncer de mama0

A prática de exercícios físicos promove diversos benefícios à saúde física e mental de qualquer pessoa, tais como: redução da pressão arterial, fortalecimento dos ossos e artérias, aumento da sensação de bem-estar, entre outros. Em contrapartida, a inatividade física pode acarretar o surgimento e/ou agravamento de diversos problemas de saúde, entre eles, o câncer de mama. De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), aproximadamente 13% dos casos de câncer de mama no Brasil, em 2020, poderiam ter sido evitados pela mudança dos hábitos comportamentais, em especial, a falta da realização de exercícios físicos.  

Neste post, nós, do Blog da Medquimheo, reunimos informações, dados e recomendações essenciais sobre os benefícios da atividade física e como ela pode ajudar na prevenção e luta contra o câncer de mama

Veja também – Obesidade x Câncer de mama: entenda a relação 

Afinal, qual a relação entre inatividade física e o câncer de mama? 

Dados de uma pesquisa realizada em colaboração com o Ministério da Saúde afirmam que uma em cada dez mulheres vítimas de câncer de mama poderiam ter a vida poupada se praticassem exercícios físicos regularmente. Além disso, a pesquisa também afirma que a prática regular de exercícios físicos melhora o metabolismo de alguns hormônios relacionados com o câncer de mama, o que influencia diretamente na prevenção da doença. 

Atividade física: quais são os benefícios? 

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), entre os diversos benefícios promovidos pela prática de atividades físicas, estão: equilíbrio dos níveis hormonais, redução do tempo de trânsito gastrointestinal, fortalecimento do sistema imunológico, ajuda a manter o peso corporal equilibrado e aumenta a disposição e a sensação de bem-estar

Quais atividades físicas são as mais indicadas? 

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), é importante praticar aquelas atividades físicas que nos trazem prazer, pois isso influencia no aumento da sensação de bem-estar. Entre os exercícios citados, estão: 

  • Caminhada; 
  • Pedalar; 
  • Dançar;
  • Natação/Hidroginástica.

Além disso, vale ressaltar que após dez anos, a Organização Mundial da Saúde (OMS), criou uma nova versão de suas diretrizes sobre atividade física. Baseado em dados científicos recentes, o documento fornece informações atualizadas sobre os danos que a inatividade física e o sedentarismo causam a curto e longo prazo. “Ser fisicamente ativo pode adicionar anos à vida e vida aos anos”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS. 

Conheça o Blog da Medquimheo

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

Câncer de mama: quais são os fatores de risco? 

Colesterol alto é fator de risco para o desenvolvimento do câncer? Saiba mais!

Fonte: Instituto Nacional de Câncer


Post_insta_Feed_01-.png

outubro 20, 2021 Câncer de mama0

O câncer de mama é o tipo de câncer que mais atinge mulheres no mundo. No entanto, a doença também pode atingir outros grupos, que não são comumente abordados em campanhas de conscientização no Outubro Rosa, o que tem gerado alarde entre os especialistas. Homens, pessoas com deficiência e comunidade LGBTQIA+ são excluídos das ações que visam a difusão de informações sobre a importância da prevenção e detecção da doença em estágio inicial. Por não serem impactados, podem criar uma falsa impressão de não correrem o risco de desenvolvimento da doença, o que atrapalha o diagnóstico precoce e, como consequência, reduz as chances de cura.

Para te ajudar a entender mais sobre o tema e ressaltar a importância da inclusão nas campanhas de conscientização sobre o câncer de mama, nós, do Blog da Medquimheo, preparamos este conteúdo repleto de informações relevantes e dados. Continue a leitura para conferir!

Veja também- Câncer de mama pode atingir homens: entenda mais sobre o assunto

Câncer de mama em homens: a importância de quebrar o tabu!

Apesar de representar apenas 1%, a falta de informação a respeito da neoplasia mamária em pessoas do sexo masculino, o tabu relacionado ao autocuidado em saúde entre os homens e o preconceito sofrido por pacientes acometidos pela doença quase exclusivamente feminina, colocam um panorama nocivo, de diagnósticos quase sempre em estágios avançados e que muitas vezes não permitem a cura ou o tratamento do câncer

Como ocorre a realização da mamografia em pessoas deficientes? 

A mamografia é o principal exame que diagnostica precocemente o câncer de mama. Para realizá-lo, é preciso ficar de pé e sem roupas na parte de cima, o que dificulta o acesso às pacientes com algum tipo de deficiência física, como paraplégicas/tetraplégicas e mulheres com nanismo. A lei Nº 13.362, de 23 de novembro de 2016, assegura o direito de realização do exame de mamografia adaptado para mulheres que se enquadram como PCDs. 

No caso de mulheres cadeirantes, a máquina utilizada na realização do exame tem capacidade de descer e chegar à altura da paciente. Porém, durante a mamografia é preciso que a pessoa participe e se posicione, levantando os braços e se projetando para frente, o que não seria possível para um tetraplégico, por exemplo.

Comunidade LGBTQIA+ e o câncer de mama

A hormonioterapia com estrogênio, utilizada no processo de transição sexual, aumenta o risco de desenvolvimento do câncer de mama. Por isso, mulheres e homens trans precisam manter os mesmos cuidados com as mamas que as pessoas cisgêneros. Mesmo quem faz uso de próteses, é fundamental que exames de imagem como ultrassonografia, mamografia ou ressonância nuclear magnética, sejam realizados periodicamente, conforme orientação médica.  

#SejaSuaPrópriaDiferença

Diante deste contexto, nós, da Medquimheo, lançamos a campanha intitulada “Seja a sua própria diferença” para a edição deste ano do Outubro Rosa, que tem o objetivo de difundir conteúdos que incluam, aproximem, se diferenciem e mostrem a diversidade da sociedade. A campanha é um convite para o autocuidado, para o olhar atento a si mesmo, a fim de tornar cada pessoa protagonista da sua própria saúde. Queremos disseminar informações que contribuam para a prevenção, diagnóstico precoce e tratamento eficaz para todos aqueles que podem ser afetados pelo câncer de mama, de acordo com suas particularidades.

Conheça o Blog da Medquimheo

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

Outubro Rosa: a detecção precoce do câncer de mama é fundamental!

Outubro Rosa: autoestima como aliada ao tratamento do câncer de mama 

Fonte: Instituto Oncoguia


cancer-de-mama.png

O Outubro Rosa é uma campanha celebrada anualmente no décimo mês do ano, que tem por objetivo compartilhar informações sobre o câncer de mama, para que as mulheres – gênero mais acometido pela doença – tenham acesso rápido ao diagnóstico e tratamento. De acordo com o Instituto Oncoguia, as chances de cura do câncer de mama aumentam em 95% quando o câncer é identificado em estágio inicial. 

Sobre o câncer de mama

O câncer de mama pode surgir também em homens, porém não é muito comum. A doença se dá pelo crescimento descontrolado de células da mama que adquirem características anormais, anormalidades estas causadas por mutações genéticas. 

É válido ressaltar que vários tipos de câncer de mama se apresentam em nódulos – mesmo alguns benignos, podem aumentar as chances de surgimento da doença. Por isso, a importância de fazer um diagnóstico por meio da biópsia – procedimento que consiste na retirada de um fragmento da suspeita lesão cancerígena para ser analisada por um patologista. 

Como prevenir o câncer de mama?

A adoção de hábitos saudáveis pode ajudar a prevenir e retardar o surgimento do câncer de mama. Adjunto a uma rotina mais ativa, é preciso se atentar aos fatores de risco e buscar métodos para que esses não sejam colaboradores no desenvolvimento da doença. Idade elevada, histórico familiar, consumo exagerado de álcool e excesso de peso são alguns dos fatores que devem ter atenção especial. 

A importância do diagnóstico precoce

O câncer de mama, quando detectado no estágio inicial, possibilita um tratamento menos agressivo e com resultados eficazes, consequentemente, tem baixa interferência à qualidade de vida e autoestima da mulher, o que faz com que a reação ao tratamento também seja mais positivo.

#DicaDaMedquimheo: pensando na importância de falar sobre esse assunto, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) desenvolveu uma cartilha que detalha diversas informações sobre o câncer de mama. Vale a pena conferir!

Levante a bandeira do Outubro Rosa

O Outubro Rosa é de suma importância para que todos tenham acesso à informação sobre o câncer de mama e, assim, auxilia para que a prevenção e o tratamento da doença sejam alcançados por todas as mulheres. 

Existem alguns métodos que ajudam a prevenir o surgimento do câncer de mama, dentre eles está a mamografia, que é recomendada a partir dos 40 anos de idade. É feita por meio da compreensão das mamas e tem como objetivo detectar a doença em seu estágio inicial. Adjunto aos exames preventivos, é necessário se autoexaminar no momento em que se sentir confortável. 

Conheça nosso blog!

O nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado. Aproveite mais conteúdos:

Câncer de depressão: entenda a relação! 

Menopausa e câncer: entenda a relação 

Fonte: Instituto Oncoguia.


Outubro-Rosa.jpg

O décimo mês do ano tem uma bandeira: e é rosa! O Outubro Rosa, celebrado anualmente, marca um forte movimento de conscientização sobre a importância da prevenção ao câncer de mama. Tem como principais objetivos: proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuir para a redução da mortalidade, e alertar a população em geral, principalmente as mulheres, dos fatores de risco e das medidas de detecção precoce. Continue lendo este post e saiba mais sobre o câncer de mama!

Sobre o câncer de mama

O mastologista Dr. Cleverson Gomes Jr. conta que o câncer de mama é um dos tipos de tumor que mais acometem mulheres em todo o mundo. De acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), somente no Espírito Santo são previstos que 1.130 mulheres sejam acometidas pela doença até o final do ano.

“Desenvolve-se quando ocorre uma alteração de apenas alguns trechos das moléculas de DNA, ocasionando a multiplicação das células de maneira desordenada, o que, consequentemente, dá origem à doença na mama”, explica o especialista.

Atenção aos fatores de risco

O mastologista explica que não existe uma causa específica do câncer de mama. No entanto, indica alguns fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento da doença. “Os principais são: idade – mulheres acima dos 40 anos correm um risco maior; histórico familiar – parentes que já apresentaram quadro da doença; elevado consumo de álcool; excesso de peso – principalmente gordura na região abdominal; falta de exercícios físicos e ciclo menstrual – mulheres que começaram a menstruar cedo (antes dos 12 anos) ou que entraram na menopausa após os 55 anos têm risco um pouco maior”, aponta.

A detecção precoce é fundamental

Segundo o Instituto Oncoguia, as chances de cura do câncer de mama aumentam em 95% quando é identificado em seu estágio inicial. Por isso, a detecção precoce é tão importante. “Orientamos que a mulher faça mamografia a partir dos 40 anos como rastreio da doença, para sua detecção ainda antes de surgir algum sinal ou sintoma. Antes desta idade, a observação e a autopalpação das mamas são importantes, sempre que se sentir confortável para tal, no banho ou no momento da troca de roupa, por exemplo. Deve-se procurar por caroços ou ondulações, checar a espessura dos seios e liberação de líquidos pelo mamilo”, recomenda o mastologista.

É importante que as mulheres façam a mamografia após os 40 anos de idade. Este é o exame mais importante na redução da mortalidade pela doença. A autopalpação das mamas também é importante, especialmente em mulheres mais jovens, a fim de conhecer o seu corpo e, detectar quando algo não está normal, ou se algum sinal ou sintoma tenha surgido. Além disso, é essencial que façam visitas regulares ao ginecologista e tenham suas mamas examinadas pelo médico ao menos uma vez ao ano.

Como prevenir o câncer de mama?

Para a prevenção da doença, é preciso controlar os fatores de risco. De acordo com o Inca, estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco da mulher desenvolver câncer de mama. “Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e controlar o peso corporal, por meio de uma dieta balanceada e da prática regular de exercícios físicos, são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama”, finaliza.


outubro_rosa-2.jpg

outubro 16, 2015 Notícias0
Papeando: conversando sobre a saúde da mulher.Para encerrar o mês de ações de prevenção e conscientização em apoio ao Outubro Rosa, nós, da Medquimheo, realizaremos o “Papeando” no dia 29 deste mês, das 09h às 11h, no anfiteatro do Hospital Metropolitano, parceiro do evento. O encontro é aberto à comunidade e tem como tema “Conversando sobre a saúde da mulher”. Palestras, aula de automaquiagem, oficina do lenço e massagens farão parte da programação.

É a primeira vez que a iniciativa é realizada, envolvendo pacientes e ex-pacientes, familiares e em parceria com o Hospital Metropolitano. Este ano, a expectativa é de 80 participantes ao total. Mayana Esteves, coordenadora da recepção, salienta que essas ações aproximam ainda mais a clínica dos pacientes. “É dia de estreitar a nossa relação com quem participar. E a conscientização, por meio de redes sociais com orientações médicas, continuarão”.

Programação do Papeando: 
 
Palestras

Dr. Cleverson Gomes do Carmo Júnior – Mastologista;

Drª. Morgana Stelzer Rossi – Oncologista;

Priscila Gomes Souza Rodrigues – Psicóloga.

 

Oficina do Lenço

Dicas de como usar o lenço com a voluntária Laura Vírginia Cerri, do projeto Amigas do Peito.

 

Massagens

Massagens realizadas pela massoterapeuta Kátia Cilene.

 

Aula de automaquiagem

Dicas de como se maquiar com a voluntária Lúcia Helena dos Santos

Participe e seja inspiração para quem estiver ao seu redor!

 

 

 



outubro 9, 2015 Medquimheo em ação0

Oficina do Lenço, massagens com massoterapeuta e distribuição de brindes. Essas são algumas das atividades que estão sendo realizadas pela Medquimheo com o objetivo de apoiar o Outubro Rosa e proporcionar às pacientes das unidades momentos relaxantes e interativos.

Mayana Esteves, coordenadora da recepção da Medquimheo, salienta que a prática das atividades oferece às pacientes dias diferentes da rotina de tratamento, motivando-as nesse período. “Nossa intenção é que os pacientes abracem a campanha e saibam que podem sempre contar com a nossa equipe”, salienta.

Além das atividades para as mulheres em tratamento contra o câncer de mama, brindes serão distribuídos para todos os pacientes estimulando o envolvimento na campanha. O clima de conscientização também tomou conta de toda a recepção, com as secretárias (os) vestidos com camisas em apoio ao Outubro Rosa.

Horário das atividades: 

  • Oficina do lenço: todas às quinta-feiras, a partir das 13h30, na Unidade de Vitória;
  • Massagens- terça, quarta e quinta-feita, das 08h às 12h, na Unidade de Vitória.

 

 


divas-de-lenco-1.jpg

outubro 7, 2015 Autoestima e câncer0

 

Divas de LençoPara aderir a conscientização nacional promovida pelo Outubro Rosa, a Medquimheo iniciou a campanha “Divas de Lenço” com blogueiras capixabas, com o objetivo de contribuir para que as mulheres que lutam contra o câncer de mama não se sintam com a feminilidade afetada, deixando-se abater. Com lenços e turbantes, elas mostram que é possível estar na moda e de bem com o espelho, mesmo em tratamento.

A psicóloga da Medquimheo Priscila Gomes salienta a importância das ações do Outubro Rosa para o sucesso da luta contra o câncer de mama. “Essas ações fazem com que as cicatrizes sejam olhadas por outro ângulo, como fonte de valor e admiração. Podem gerar informações para aqueles que desconhecem, força para familiares, identificação aos pacientes e encorajamento aos profissionais da saúde e afins”, comenta.

Conheça a campanha

Mônica Pretti Haynes, do “As Mãe Pira”, foi a primeira blogueira do Espírito Santo a postar sua selfie em apoio à campanha. No dia 29 de setembro, divulgou em suas redes sociais uma foto sua com lenço e desafiou outras três mulheres, fazendo com que a campanha se potencializasse. As desafiadas devem fazer o mesmo processo: postar uma foto e desafiar.

Seja uma Diva de Lenço

Quer fortalecer essa campanha?

Para participar, basta fazer o mesmo processo: tirar uma foto com turbante ou lenço, de maneira a não mostrar o cabelo e postar nas redes sociais com a hashtag #divasdelenco, desafiando outras três mulheres a divulgarem a campanha e serem instrumento de prevenção contra o câncer de mama com os seus posts.

Seja uma Diva de Lenço!
Seja inspiração para todas as mulheres que estão ao seu redor!