BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Alimentação como aliada do bem-estar mental

janeiro 25, 2022 0
alimentacao-saude-mental-1.jpg

A alimentação é uma forte aliada quando o assunto é cuidar do funcionamento do organismo, inclusive da saúde mental. É importante ressaltar que diversos fatores influenciam no surgimento de doenças como depressão e ansiedade, entre eles, o desequilíbrio nutricional. De acordo com um  artigo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e publicado pela revista The Lancet, somente em 2020 houve um aumento de 90% nos casos de depressão.  Segundo o Centro de Pesquisa Biomédica em Rede de Saúde Mental, a alimentação pode ser, de fato, eficaz para melhorar o prognóstico de pessoas que sofrem com doenças psiquiátricas. Diante desse cenário, adotar uma alimentação saudável, aliada à prática de exercícios físicos, pode auxiliar no combate e prevenção dos transtornos mentais

Cientes disso, nós, do Blog Medquimheo, reunimos algumas dicas de nutrientes que podem te ajudar a conquistar e manter seu bem-estar mental. Confira!

Veja também – Dicas de receitas para cardápios mais saborosos, variados e saudáveis

Saúde mental e alimentação

“A depressão, assim como diversas doenças da atualidade, cursa com um estado de inflamação sistêmica leve e prolongada e é justamente neste ponto que a alimentação entra. A dieta pode contribuir com o controle da inflamação ou servir como lenha para sua manutenção. Além disso, carências nutricionais específicas também são importantes já que muitos nutrientes atuam diretamente nas vias regulatórias do bem-estar mental.”

-Dra. Naira Fraga, nutricionista da Medquimheo. 

Obesidade x bem-estar mental: qual a relação?

Estudos apontam para uma relação entre o excesso de peso e a presença de sintomas depressivos. São vários os fatores que levam a essa ligação e a adoção de hábitos saudáveis é essencial para o controle de ambas as situações. 

Comece os cuidados pelo intestino

O intestino tem sido apontado como segundo cérebro, uma vez que esses órgãos se comunicam diretamente e são capazes de regular suas funções. Por exemplo, o metabolismo de neurotransmissores – como serotonina e dopamina – é influenciado pela saúde intestinal. Assim, como o intestino também atua no controle da inflamação sistêmica, logo, na saúde mental. A inclusão de frutas, verduras e grãos integrais é essencial para conquistar uma microbiota e intestino saudáveis.  

Nutrientes-chave para saúde cerebral

Além de uma dieta balanceada, é importante investir em nutrientes-chave para saúde cerebral e que frequentemente estão deficientes em nossa alimentação, como: 

Magnésio: encontrado em amêndoas, nozes, sementes de abóbora, castanha do Caju, abacate e grãos integrais; 

Zinco: encontrado no chocolate amargo, amêndoa, amendoim, castanha, gema de ovo, leite e derivados, feijão, carne bovina magra e frango;

– Ômega 3: encontrado em peixes gordos como arenque, atum, salmão e sardinha, azeite de oliva, abacate sementes e oleaginosas; 

– Ácido pantotênico e tiamina: semente de girassol, nozes, ovo de galinha, abacate, grãos integrais, farelo de trigo, batata, feijão e lentilha.  

Conheça o Blog da Medquimheo

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

Janeiro Branco: dicas para te ajudar a cuidar da sua saúde mental 

Causas de câncer: obesidade é um dos fatores de risco 

 

Fonte: Dra. Naira Fraga, nutricionista da Medquimheo, CRM: ES 15101252.


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *