BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Março Lilás: compromisso firmado para erradicar o câncer de colo do útero

março 8, 2022 0
shutterstock_698389996-1.jpg

O câncer de colo do útero é o foco da campanha Março Lilás, que busca conscientizar e combater esta doença que, em muitos casos, pode ser silenciosa e lenta. De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa é que mais de 16 mil novos casos no Brasil sejam registrados ainda neste ano entre mulheres a partir dos 25 anos. Pensando na alta incidência deste tumor, a Organização Mundial da Saúde (OMS) elaborou e lançou a Estratégia Global para Acelerar a Eliminação do Câncer de Colo do Útero em 2017, com o objetivo de vacinar, rastrear e tratar a doença.

Quer saber o que pode ser feito para auxiliar no rastreamento dos sinais desse câncer e conhecer mais sobre ele? Continue lendo!

Veja também – Descubra 5 mitos e verdades sobre o que causa câncer

O que é o câncer de colo do útero?

O colo do útero é a parte localizada ao final da vagina, entre órgãos externos e internos, e o desenvolvimento do câncer se dá, principalmente, pelo papilomavírus humano (HPV), que é a forma de contaminação mais comum de acordo com o INCA. Este é o terceiro tumor maligno mais frequente entre as mulheres, se não considerado o câncer de pele não-melanoma, e o risco de infecção é maior quando se tem início precoce da atividade sexual, relações com diversos parceiros, principalmente sem proteção.

Quais os sintomas que podem surgir?

O nosso mastologista, Dr. Cleverson Gomes do Carmo Junior, explica que, em alguns casos, o câncer de colo do útero não apresenta sintomas, porém podem ser identificados alguns sinais de que essa doença possa existir:

  • Sangramentos vaginais intermitentes; 
  • Dores na relação sexual e na região do baixo ventre;
  • Queixas urinárias;
  • Corrimento vaginal amarelado com odor desagradável.

Diagnóstico precoce salva vidas

A realização periódica do papanicolau, principal exame que detecta este tipo de câncer, é fundamental para o diagnóstico precoce do câncer de colo do útero. Além dos exames, a melhor forma de prevenir a doença é a vacinação contra o HPV, que já faz parte do Plano Nacional de Imunização (PNI) desde 2017 e é aplicada dos 9 aos 14 anos em meninas e dos 11 aos 14 anos em meninos.

Metas para alcançar a erradicação do câncer de colo do útero

O objetivo da Estratégia Global elaborada pela OMS é vacinar, rastrear e tratar o câncer de colo do útero. Para isso, foram estabelecidas três metas:

  • 90% das meninas totalmente vacinadas com a vacina contra o HPV até os 15 anos de idade;
  • 70% das mulheres examinadas antes dos 35 anos e, novamente, antes dos 45 anos por meio de testes de alta precisão;
  • 90% das mulheres diagnosticadas com câncer de colo do útero recebendo tratamento.

Para cumprir estas metas e alcançar a completa realização da Estratégia até 2030, data estipulada pela OMS, 194 países se comprometeram com o projeto, incluindo o Brasil. Sendo bem-sucedida, a Estratégia pode ajudar a reduzir os novos casos do câncer de colo do útero em 40% e salvar 5 milhões de vidas em 2050.

Medquimheo: clínica oncológica com atendimento acolhedor

Aqui, na Medquimheo, nossa equipe multidisciplinar oferece cuidado individualizado a cada paciente para que o tratamento seja mais leve e acolhedor. Somos a clínica de oncologia no Espírito Santo que apresenta a missão de permanecer em constante evolução e ir muito além de simplesmente atender pessoas, por meio de um atendimento humanizado e um tratamento seguro, atual e multidisciplinar.

Conheça o Blog da Medquimheo

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

Fevereiro Laranja: entenda a importância do diagnóstico precoce de leucemia

Fevereiro Roxo: conheça a campanha e apoie essa causa

Fonte: Instituto Nacional de Câncer.


Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados com *