BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

Dezembro Vermelho: a importância da prevenção das ISTs

dezembro 2, 2021 0
dezembro-vermelho-prevencao-ists-1.jpg

A campanha Dezembro Vermelho, criada em 1987 e aderida no Brasil no ano seguinte, tem como objetivo principal conscientizar a população sobre as formas de prevenção e os perigos das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), que até novembro de 2016, eram chamadas de DSTs. A substituição aconteceu pois é possível que uma pessoa tenha e transmita uma infecção, mesmo sem apresentar sintomas.  Além do movimento, que ocorre durante todo o mês de dezembro, no dia 1° deste mês é comemorado o Dia Mundial de Luta contra a Aids, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

No post de hoje, nós, do Blog Medquimheo, reunimos informações relevantes sobre como prevenir, quais são os sintomas e como é possível ter uma vida saudável com as ISTs. Confira!

 

Veja também –  Nova unidade da Medquimheo: inovação e modernidade

 

Como prevenir as ISTs?

O método mais eficaz de evitar a contaminação das infecções sexualmente transmissíveis é o uso da camisinha, feminina ou masculina, em todas as relações sexuais. É necessário ressaltar que independentemente do estado civil, orientação sexual, idade, identidade de gênero ou classe social, qualquer pessoa que tenha relação sexual sem proteção pode contrair alguma IST. Desse modo, é essencial para assegurar sua qualidade de vida e saúde, exercer o chamado “sexo seguro”, termo associado ao uso de preservativos

 

Quais são os principais sintomas do HIV? 

O período de incubação do HIV, que ocorre desde a exposição ao vírus até o surgimento dos sinais, dura entre três e seis semanas. De acordo com artigo da revista Viva Bem, na fase inicial, algumas das manifestações clínicas são: 

  • Febre;
  • Sudorese;
  • Cansaço;
  • Dores no corpo; 
  • Erupções vermelhas na pele;
  • Perda de apetite e peso;
  • Feridas na boca.

 

Tratamento e convívio com o HIV

O tratamento do HIV ocorre por meio do conhecido “coquetel antiaids” que age inibindo a multiplicação do vírus. Os primeiros medicamentos antirretrovirais (ARV) surgiram em 1980 e, de acordo com o Ministério da Saúde, atualmente existem 19 medicamentos diferentes que atuam na defesa do sistema imunológico. 

 

Avanços no  tratamento HIV

A Anvisa aprovou, recentemente, um novo medicamento para o tratamento do HIV. Em um único comprimido se encontra a combinação de duas substâncias: lamivudina  e dolutegravir sódico. A Agência acredita que essa inovação representa um grande avanço no tratamento, uma vez que, em uma única dose reúne dois antirretrovirais, o que simplifica o processo. De acordo com a bula aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o medicamento auxilia na redução da quantidade de HIV no organismo. 

 

Conheça o Blog da Medquimheo

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

Câncer de próstata: exame de prevenção ainda é tabu

Dia do Homem: câncer de próstata é o mais incidente entre os capixabas  

Fonte: Ministério da Saúde.