BLOG

Acompanhe dicas de saúde, nutrição e bem-estar em nosso Blog.

câncer de próstata

mitos-verdades-cancer-prostata-1.jpg

dezembro 1, 2021 Câncer de próstata0

O câncer de próstata é o tipo de câncer mais comum entre a população masculina. De acordo com o Instituto Oncoguia, 1 em cada 9 homens serão diagnosticados com a doença ao longo da vida. Entretanto, mesmo que recorrente, de acordo com uma pesquisa da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), um diagnóstico precoce pode aumentar em até 90% as chances de cura. Porém, mesmo que tenha um impacto tão grande no desenvolvimento da doença e, consequentemente, na qualidade de vida do paciente, muitos homens têm receio em realizar o exame de toque retal, principal forma de detectar a doença.

Pensando nisso, nós, do Blog Medquimheo, viemos esclarecer, no post de hoje, os principais mitos sobre esse procedimento e te mostrar que, na verdade, ele não é nenhum bicho de sete cabeças. Confira! 

Veja também – Câncer de próstata: exame de prevenção ainda é tabu

 

Câncer de próstata: entenda mais sobre a doença

Antes de apresentarmos os mitos e verdades acerca dos exames que são capazes de detectar precocemente o câncer de próstata, reunimos as principais informações sobre a doença. De acordo com o Instituto Oncoguia, homens de todas as idades precisam estar atentos aos sinais e realizar os devidos exames. Além disso, o histórico familiar pode influenciar no diagnóstico. Um homem cujo pai teve câncer de próstata é duas vezes mais propenso a também desenvolver a doença.

E atenção! O câncer de próstata é considerado uma doença assintomática, ou seja, na maioria dos casos, os pacientes não apresentam sinais. Dessa forma, não é porque você tem nenhum sintoma que você está seguro. Por isso, é indispensável realizar os exames preventivos regularmente.

 

Mitos e verdades sobre os exames preventivos do câncer de próstata

Infelizmente, por conta do tabu, preconceito e, muitas das vezes, pela falta de informação, os homens deixam de realizar os devidos exames relacionados à saúde masculina, como os responsáveis por detectar precocemente o câncer de próstata. Entre os principais mitos acerca do assunto, estão:

 

  • O exame de toque retal causa dor (MITO!)

O exame, apesar de causar certo desconforto e receio na maioria dos homens, tem a duração de segundos, além de ser super seguro e necessário. Vale ressaltar que o procedimento não causa dor. 

 

  • Os exames salvam vidas (VERDADE!)

Ao realizar os exames dentro do período indicado pelos médicos, é possível detectar o câncer de próstata ainda na fase inicial. É importante destacar que, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 90% dos casos têm cura quando o diagnóstico é precoce. 

 

  • Só é necessário realizar caso exista histórico familiar (MITO!)

A realização dos exames é indicada a partir dos 50 anos, uma vez que, com o aumento da idade, crescem as chances de desenvolver a doença, independentemente de qualquer outro fator. Além disso, a única diferença para alguém que tem histórico familiar é que essa pessoa precisa iniciar o acompanhamento mais cedo. 

 

  • O PSA auxilia na prevenção (VERDADE!)

Apesar de não detectar o câncer em si, o exame laboratorial contribui para o diagnóstico precoce, uma vez que ele é capaz de medir qualquer alteração nas substâncias produzidas pela próstata.

É importante ressaltar que ambos procedimentos são essenciais para assegurar sua saúde e consequentemente sua qualidade de vida. Por isso, reforçamos o pedido: não deixe de realizar esses e os demais exames de rotina! 🙂💙

 

Conheça o Blog da Medquimheo

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

Câncer de próstata: exame de prevenção ainda é tabu

Dia do Homem: câncer de próstata é o mais incidente entre os capixabas  

 

Fonte: Instituto Oncoguia.


novembro-azul-cancer-de-prostata.jpg

novembro 23, 2021 Câncer de próstata0

O câncer de próstata é a forma mais comum da doença entre a população masculina, representando, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), 29% dos casos de câncer no país. Diante dessa realidade, em 1999 foi criada a campanha Novembro Azul, movimento que tem como objetivo chamar atenção para a prevenção e detecção precoce do câncer de próstata. Infelizmente, a saúde masculina ainda é vista como um tabu, e, por conta disso, muitos homens deixam de realizar os exames preventivos, que têm grande impacto nas chances de cura da doença. De acordo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica, um atraso de seis a oito meses no diagnóstico já pode fazer diferença para progressão da doença. 

Pensando no seu bem-estar e saúde, nós, do Blog Medquimheo, reunimos neste conteúdo informações importantes sobre o câncer de próstata. Confira!

Veja também – Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata: tudo o que você precisa saber sobre a doença! 

Câncer de próstata: como se prevenir?

Realizar os exames preventivos e ir ao médico dentro de uma frequência saudável é essencial para prevenção do câncer de próstata. Mas, além disso, incluir hábitos saudáveis na rotina também influencia no surgimento da doença. De acordo com Ministério da Saúde, entre os fatores que ajudam na prevenção, estão: 

  • Ter uma alimentação balanceada, com uma dieta rica em verduras, frutas, cereais integrais, grãos e legumes; 

 

  • Manter o peso corporal no limite saudável de acordo com a idade, praticando no mínimo 30 minutos de atividade física por dia; 

 

  • Evitar o consumo de álcool em excesso e não fumar. 

Sintomas do câncer de próstata 

Um dos maiores perigos do câncer de próstata é que ele não apresenta sintomas nas fases iniciais, e, por isso, realizar os exames preventivos é essencial para a detecção precoce da doença e aumentar as chances de cura. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, alguns dos sintomas mais comuns são: dificuldade na hora de urinar; presença de sangue na urina e a necessidade de urinar mais vezes durante o dia. 

Exames preventivos do câncer de próstata 

Os exames realizados para detecção precoce do câncer de próstata são: 

Exame de PSA: o procedimento consiste na coleta de sangue. O exame mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata, o PSA – Antígeno Prostático Específico. Níveis altos dessa proteína podem significar câncer ou outras doenças benignas da próstata. 

Exame de toque retal: o médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto. Este exame permite palpar as partes posterior e lateral da próstata.

Esses são os exames essenciais para detectar a doença, mas fique tranquilo! São procedimentos seguros e necessários para a sua qualidade de vida. Cuidar de você mesmo jamais deve ser motivo de vergonha. Por isso, faça seus exames regularmente. 😉

Conheça o Blog da Medquimheo

Nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado e atualizado. Aproveite mais conteúdos:

Câncer de próstata: exame de prevenção ainda é tabu

Dia do Homem: câncer de próstata é o mais incidente entre os capixabas  

 

Fonte: Ministério da Saúde.


saude-do-homem.jpg

novembro 20, 2020 Câncer de próstata0

Neste mês, as atenções estão voltadas para a saúde do homem devido a campanha Novembro Azul, que visa a conscientização da população masculina a utilizar todas as alternativas disponíveis para enfrentar o câncer de próstata, e proporcionar maior acesso e conhecimento sobre os serviços de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento. No post de hoje, nós, do blog da Medquimheo, preparamos um conteúdo com tudo o que você precisa saber sobre a saúde masculina. Confira!

Saúde masculina é preocupação dos especialistas

Em 2020, a pandemia de Covid-19 mostrou ao mundo o quanto uma doença pode influenciar nossas vidas de forma negativa, não só no âmbito pessoal, mas também no profissional e social. Com a saúde masculina isso não foi diferente. De acordo com um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), houve uma redução expressiva nos atendimentos voltados para urologia. Diante desse cenário, vale ressaltar a importância de os homens darem mais atenção a saúde para que possam ter mais qualidade de vida e bem-estar.

É preciso quebrar o mito de super-herói!

Uma das principais razões para os homens não darem a devida atenção a saúde é o machismo. O “complexo de super-herói” faz com que boa parte da população masculina deixe os cuidados de lado por acreditarem que devem ser fortes o tempo todo. Segundo pesquisas americanas, os homens evitam médicosHYPERLINK “https://www.bbc.com/portuguese/brasil-37063490” para não serem vistos como fracos. Esse cenário é alarmante, tendo em vista que a média de mortalidade masculina é mais alta que a feminina em diversas regiões do mundo. No Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida ao nascer, em 2019, foi de 80 anos para mulheres e de 73 anos para homens. 

“Vivemos em uma sociedade que construiu uma imagem do homem forte e que não precisa ser cuidado. Essa construção social, faz com que muitos homens deixem de  priorizar a atenção à saúde, trazendo consequências negativas para a qualidade de vida e prognóstico de doenças.” 

-Dra. Gabriela Simmer, psicóloga da Medquimheo.

Como os homens podem cuidar da saúde?

A prática de atividade física regular, alimentação balanceada e o uso moderado de bebidas alcoólicas são hábitos fundamentais que os homens devem adotar para cuidar da saúde. Além disso, é de suma importância fazer check ups regularmente e manter uma rotina de exames preventivos, uma vez que a identificação precoce de doenças aumenta as chances de um tratamento eficaz.

#DicaMedquimheo: atenção ao câncer de próstata! A melhor forma para prevenir ou detectar a doença é realizar anualmente, a partir dos 45 anos de idade, o exame de toque retal e o de sangue, para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).

Conheça o blog da Medquimheo!

O nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado. Aproveite mais conteúdos:

Câncer de próstata: exame de prevenção ainda é tabu

Novembro Azul: importante alerta para a saúde do homem e prevenção contra o câncer de próstata

Fonte: Ministério da Saúde.


combate-cancer-prostata.jpg

novembro 6, 2020 Câncer de próstata0

Celebrado em 17 deste mês, o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata – data que deu origem ao movimento Novembro Azul – visa a chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce das doenças que atingem a população masculina. No post de hoje, nós, do blog da Medquimheo, preparamos um conteúdo especial com tudo o que você precisa saber sobre o câncer de próstata. Continue lendo para conferir!

O que é a próstata?

Primeiro de tudo, é importante que você saiba o que é a próstata e qual a sua principal função no corpo masculino. Segundo o Instituto Oncoguia, ela é uma glândula do sistema genital masculino, localizada na frente do reto e embaixo da bexiga urinária. A função da próstata é produzir o fluido que protege e nutre os espermatozoides no sêmen, tornando-o mais líquido.

Quais são os sintomas e fatores de risco do câncer de próstata?

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer – como dor óssea e ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e/ou no sêmen – cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, o que pode dificultar as chances de cura da doença.

Os fatores de risco do câncer de próstata, de acordo com o Instituto Oncoguia, são: histórico familiar; alterações genéticas; obesidade; idade, já que a chance de desenvolvimento desse tipo de câncer aumenta rapidamente após os 50 anos; e raça, uma vez que a doença é mais frequente em homens com ascendência africana e caribenha do que em homens de outras raças.

“Estudos comprovam que o risco de desenvolvimento do câncer de próstata aumenta de acordo com a idade. Os casos da doença em homens mais novos estão associados ao histórico familiar. Sendo assim, se algum parente próximo tenha adquirido a doença ou mesmo outros cânceres, como do pâncreas ou de mama, antes dos 60 anos, as chances aumentam.”

-Dra. Carolina Conopca, oncologista da Medquimheo

Câncer de próstata: prevenção e formas de tratamento

A melhor forma para prevenir ou detectar o câncer de próstata é realizar anualmente, a partir dos 45 anos de idade, o exame de toque retal e o de sangue, para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico). Apesar de ser cercado de preconceito e evitado por grande parte dos homens, o toque retal tem uma importância enorme, pois é por meio dele que o urologista consegue perceber a presença de um nódulo maligno

A indicação da melhor forma de tratamento do câncer de próstata vai depender de uma série de aspectos, tais como, estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida. Por isso, a principal recomendação é sempre manter os exames em dia e, em caso de diagnóstico da doença, procurar uma equipe especializada.

Conheça o blog da Medquimheo!

O nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado. Aproveite mais conteúdos:

Novembro Azul: importante alerta para a saúde do homem e prevenção contra o câncer de próstata

Câncer de próstata: exame de prevenção ainda é tabu

Fonte: Dra. Carolina Conopca, oncologista clínica da Medquimheo, CRM 11.130.


novembro-azul.jpg

O movimento Novembro Azul é de extrema importância e uma verdadeira oportunidade para o homem dar mais atenção à saúde. Mais do que isso, a campanha é fundamental para conscientizar a população masculina a utilizar todas as alternativas disponíveis para vencer o câncer de próstata, e proporcionar maior acesso e conhecimento sobre os serviços de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento.

Para celebrar a chegada da campanha deste ano, nós, do blog da Medquimheo, preparamos um conteúdo especial com tudo o que você precisa saber sobre a saúde do homem e o câncer de próstata. Continue lendo e confira!

Fatos importantes sobre o câncer de próstata 

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), somente no Espírito Santo é previsto que cerca de 1.380 capixabas sejam acometidos pelo câncer de próstata até o final deste ano. Além disso, 80% dos homens são diagnosticados com a doença após os 65 anos, já que o risco de desenvolvimento da doença aumenta de acordo com a idade.

Os casos de câncer de próstata em homens mais novos estão associados ao histórico familiar, segundo o Instituto Oncoguia. Sendo assim, se algum parente próximo tenha adquirido a doença ou mesmo outros cânceres, como do pâncreas ou de mama antes dos 60 anos, as chances aumentam.

Quais são os fatores de risco do câncer de próstata?

Alguns dos principais fatores de risco do câncer de próstata são obesidade, aumento da idade e sedentarismo. Ainda há fatores genéticos relacionados a um gene hereditário, passado de pai para filho, ou seja, quem tem histórico familiar deve ficar ainda mais atento. Além disso, homens negros têm mais chances de desenvolver a doença. 

Formas de prevenção e importância do diagnóstico precoce

A melhor forma para prevenir ou detectar o câncer de próstata é realizar anualmente, a partir dos 45 anos de idade, o exame de toque retal e o de sangue, para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico). Apesar de ser cercado de preconceito e evitado por grande parte dos homens, o toque retal tem uma importância enorme, pois é por meio dele que o urologista consegue perceber a presença de um nódulo maligno.

Segundo dados do Inca, a probabilidade de cura do câncer de próstata ultrapassa 90% quando a doença é diagnosticada precocemente. A detecção pode ser feita por meio da investigação clínica, que é uma estratégia para encontrar o tumor ainda em fase inicial e, assim, facilitar o tratamento oncológico e a cura. 

Conheça o blog da Medquimheo!

O nosso blog é repleto de posts para te manter sempre bem informado. Aproveite mais conteúdos:

Câncer de próstata: exame de prevenção ainda é tabu

Câncer de mama pode atingir homens: entenda mais sobre o assunto

Fonte: Dra. Carolina Conopca, oncologista clínica da Medquimheo, CRM 11.130.


medquimheo_saúde_do_homem_novembro_azul.jpg

O Dia Internacional do Homem é comemorado neste dia 19 em meio ao Novembro Azul, mês de alerta aos cuidados com a saúde do homem e da importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta que este tipo da doença é o mais incidente no Espírito Santo, sendo que a estimativa aponta que 1500 capixabas devem ser diagnosticados com o tumor até o fim de 2018.

Dados ainda apontam que o câncer de próstata é a segundo que mais mata os homens no país, atrás somente do câncer de pulmão. De acordo com a médica oncologista da Medquimheo, Carolina Conopca, a alta taxa de mortalidade desta doença está associada ao diagnóstico tardio.


“A maioria dos casos são assintomáticos, ou seja, quando os sintomas começam a aparecer, a doença provavelmente já se encontra em uma fase avançada. O diagnóstico precoce melhora muito o prognóstico, isso quer dizer que somos capazes de mudar a evolução natural, possibilitando assim a cura.”, explicou.

Prevenção e tratamento

Entre os fatores de risco do câncer de próstata estão a obesidade, aumento da idade e sedentarismo. Ainda há fatores genéticos relacionados a um gene hereditário, passado de pais para filhos.

O tratamento do câncer depende de vários aspectos, principalmente do estágio em que se encontra a doença. Ele pode ser cirúrgico, necessitando de radioterapia e quimioterapia, ou hormonal com bloqueio androgênico, que é quando os hormônios masculinos são bloqueados. Todos os casos devem ser avaliados por uma equipe multidisciplinar de oncologia.

Fonte: Dra. Carolina Conopca – oncologista clínica – CRM: 11.130


novembro_azul_medquimheo.jpg

Fazer consultas regularmente e exames preventivos para prevenir o câncer: esses cuidados parecem ser óbvios, mas por conta de uma rotina agitada, acabam sendo deixados de lado. Para alertar sobre a importância dos cuidados da saúde dos homens, o Novembro Azul é um mês de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que, no Brasil, mais de 68 mil homens devem ser diagnosticados com este tipo de câncer até o fim de 2018, sendo mais de 1.500 no Espírito Santo. A melhor forma de prevenir a doença ou aumentar as chances de cura é o diagnóstico precoce. Por isso, homens de 45 a 50 anos devem realizar o exame de toque retal, mesmo na ausência de sintomas.

Segundo a médica oncologista da Medquimheo, Carolina Conopca, quando o diagnóstico é realizado precocemente, as chances de cura aumentam consideravelmente, dependendo do tipo de câncer. “Principalmente no caso do câncer de próstata, o diagnóstico precoce melhora muito o prognóstico. Isso quer dizer que somos capazes de mudar a evolução natural da doença, possibilitando assim a cura”, explicou.

Os fatores de risco podem ser genéticos ou adquiridos. O câncer de próstata hereditário está relacionado a um gene que é passado dos pais para os filhos, ou seja, quem tem histórico familiar deve ficar ainda mais atento. Além disso, homens negros têm mais chances de desenvolver a doença. Já entre os fatores adquiridos estão a obesidade, aumento da idade e sedentarismo.

Sintomas

O câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial. Quando alguns sinais começam a aparecer, os tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura e ressaltando a importância do diagnóstico precoce. Na fase avançada, os sintomas são:

  • Dor óssea;
  • Dores ao urinar;
  • Presença de sangue na urina;
  • Urgência urinária (não conseguir segurar a urina);
  • Poliúria (ir ao banheiro várias vezes);
  • Noctúria (acordar a noite diversas vezes para urinar);

Prevenção e tratamento

O tratamento depende de vários aspectos, principalmente do estágio em que se encontra a doença. O tratamento pode ser cirúrgico, necessitando de radioterapia e quimioterapia, ou hormonal com bloqueio androgênico, que é quando os hormônios masculinos são bloqueados.

“Falar de saúde e intimidade com homens é complexo, por isso as campanhas de prevenção e mobilização são tão importantes. Na maioria dos casos o câncer de próstata é assintomático, ou seja, quando os sintomas começam a aparecer, a doença provavelmente já se encontra em uma fase avançada”, completou a oncologista.

Todos os casos devem ser avaliados por uma equipe multidisciplinar de oncologia.

Fonte: Dra. Carolina Conopca – oncologista clínica – CRM: 11.130